14/12/2017 1:28 pm

Realizada com sucesso I Feira do Babaçu, em São João do Arraial (PI)

Um passo importante para a consolidação e visibilidade da cultura das quebradeiras de coco babaçu foi dado em São João do Arraial, no Piauí. Durante quatro dias foi realizada a I Feira do Babaçu, com a coorganização do Movimento Interestadual das Quebradeiras de coco do Maranhão, Pará Piauí e Tocantins.

Debates sobre os direitos das quebradeiras, exposição de artesanato, ações do MIQCB na região dos Cocais, comercialização dos produtos, shows das Encantadeiras (grupo de coral das quebradeiras de coco babaçu), além de uma variada programação que comemorou o aniversário do município.

Para Francisca Nascimento, coordenadora geral do MIQCB, a atividade só fortalece e consolida a luta das quebradeiras de coco babaçu. “Essencial é apresentarmos o quanto o coco babaçu é importante não somente para a as famílias das quebradeiras, mas também para o comércio da região”, enfatizou. A atividade do babaçu sustenta centenas de famílias de quebradeiras de coco na região dos Cocais.

A prefeitura municipal de São João do Arraial juntou também diversas entidades dos movimentos sociais, de assessoria e culturais, como: Centro COCAIS, ASCOCAIS, EFA COCAIS, STTR para realizar a I Feira de Negócios tendo como matéria prima a maior riqueza da Região dos Cocais, o Coco Babaçu. Para a prefeita Vilma Lima (PT) , “o evento chamou a atenção de empresas e organismos interessadas na exploração consciente, no beneficiamento e aproveitamento das potencialidades do coco babaçu existente na região”, enfatizou.

A feira contou ainda com várias exposições temáticas, feira de economia solidária, apresentações de estatísticas acerca do babaçu na Região dos Cocais, palestras, oficinas, apresentações artístico culturais, locais, regionais e shows artísticos.

O MIQCB, que tem o apoio da União Europeia para essas ações, acompanha a situação na região orientando e ingressando com os procedimentos necessários à demarcação territorial com o objetivo de acelerar as ações que garantam acesso livre ao território na Baixada Maranhense. Vale ressaltar que a região é alvo da Operação Baixada Livre do Governo do Estado iniciada na segunda quinzena de setembro, no entanto a organização posiciona que os trabalhos do governo estão parados e uma única vez aconteceu à retirada de cercas elétricas.

Show das Encantadeiras

Em um Brasil, onde as distâncias são enormes e as vozes são muitas, as Encantadeiras (todas quebradeiras de coco) surgem com uma proposta diferenciada; utilizam uma manifestação cultural; o canto para transformar, denunciar, confortar e sobreviver. São mulheres, quebradeiras de coco babaçu integrantes do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu do Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins, remanescentes de várias comunidades quilombolas reunidas em coral para lutar pacificamente pela garantia dos seus direitos.

O grupo Encantadeiras foi criado em 2004 com apoio do MIQCB (Movimento Interestadual de Quebradeiras de Coco Babaçu do Maranhão, Pará, Tocantins e Piauí) e da Associação em Áreas de Assentamento no Estado do Maranhão (Assema). A formação do grupo é diversificada tanto na faixa etária (idade varia de 40 a 60 anos) quanto nas cidades de origem das mulheres quebradeiras de coco. No grupo, os quatro Estados estão representados; Maranhão, Pará, Piauí e Tocantins.

marca do MIQCB

MIQCB

MOVIMENTO INTERESTADUAL DAS QUEBRADEIRAS DE COCO BABAÇU

Rua da Palma, nº. 489 - Centro Histórico

São Luís - Maranhão

CEP: 65010-440

Contato:

Fone: (98) 3268-3357

E-mailmiqcb@miqcb.org.br


Intranet

Copyright - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por TODAYHOST